Sistema de reúso de água pluvial e água cinza

 

A água na Terra é um recurso natural que, devido ao seu ciclo e à atmosfera terrestre, é inesgotável. Ao pensar dessa maneira, esquece-se que apesar de inesgotável, essa água nem sempre é própria para consumo. Com o aumento da população mundial, a demanda por água cresce cada vez mais e diversas regiões do planeta já sentem escassez. Uma das alternativas para a solução desse problema é o reúso da água, que se tornou um importante artifício na gestão de recursos hídricos.

Onde usar?

A água de reúso não é própria para beber, tomar banho ou cozinhar, portanto sua utilização deve ser para fins não potáveis, como para regar canteiros e jardins, limpeza de pisos, calçadas, lavagem de carros, reserva de incêndio nos prédios, espelhos e fontes d’água. Além de ser usada na descarga dos banheiros e para lavar as roupas.

Para isso, no entanto, é preciso que as tubulações e o reservatório do sistema fiquem em paralelo com o da água potável.

 

 

Principais benefícios de se reaproveitar água da chuva:

  • Aproveitar um recurso disponível, que não tem custo nenhum e economiza na conta da água;
  • Contribui para reduzir enchentes;
  • Diminuição do volume de esgoto escoado nas redes públicas;
  • Economia na conta de água e o investimento pode ser pago entre 2 e 6 anos.

Sistema de reúso de água pluvial

O sistema de reaproveitamento de água de chuva é relativamente simples e baseia-se na captação, filtragem e armazenamento de água. A captação é feita a partir do telhado da sua casa ou edifício. Seu caimento direciona a água para as calhas que poderá ser subterrâneo ou não. Junto ao reservatório instala-se um filtro para retirada de impurezas, como folhas e outros detritos. O ideal é que esse reservatório possua um ladrão para despejar a água excedente em dias de muita chuva.

Sistema de reúso de água cinza

Água cinza nada mais é do que a água que foi utilizada na máquina de lavar, no tanque, na banheira, no lavatório ou no chuveiro. Correspondendo de 50% a 80% da água usada que vai para o esgoto.

Etapas do processo

  1. Contribuintes do sistema: chuveiro, tanques, lava-roupas, lavatório;
  2. Caixa de retenção de desinfecção: retém o máximo possível de efluente com a finalidade de garantir volume e pressão às etapas seguintes;
  3. Filtros verticais: promovem a máxima floculação dos sólidos dissolvidos para decantar-se ao final;
  4. Filtros lentos: promovem polimento à água garantindo aspectos e padrões inerentes à água de reúso;
  5. Cisterna para água de reúso: acumula toda a água tratada pelo sistema, para que ela retorne à caixa d’água de reúso;

Caixa d’água de reúso: reservatório superior de água de reúso para distribuição através de rede específica aos pontos de abastecimento determinados.

 

 

A Engecad desenvolve projetos de reaproveitamento de águas pluviais e águas de reuso. Consulte-nos pelo telefone 34 3316.7900.

 


Companhia da Mídia